fundo parallax

Envelhecer sem vergonha

Porque é importante termos mais mulheres em carreiras STEM (Science, Technology, Engineering & Mathematics) — entrevista de Martha Gabriel para o #MulheresTech
31 de Maio de 2016
Desafios em mídias sociais, influenciadores e SAC 2.0 — entrevista de Martha Gabriel para e.Life
16 de setembro de 2016

por Martha Gabriel, 28 de junho de 2016

— Texto e vídeo de Martha Gabriel para a campanha Envelhecer sem vergonha da Pfizer.

Envelhecer sem vergonha pra mim, é usar ao máximo todos os talentos que Deus me deu! É gastar a minha vida até a última gota! É viver intensamente até o minuto final! É não morrer antes de estar realmente morto!

O homem é o único animal que sabe que vai morrer e, por isso, provavelmente, todo ser humano pensa desde cedo sobre a morte, mesmo porque, a morte pode acontecer a qualquer momento.

No entanto, se não morrermos jovens, ficaremos velhos, e passaremos pela velhice. Talvez por parecer longe demais, as pessoas jovens não pensam muito sobre a velhice, mas, na realidade, envelhecemos desde o dia em que nascemos e existem apenas 2 caminhos para envelhecer:

  • o primeiro é usar e aproveitar ao máximo todos os anos que nos são dados,
  • o segundo é ser usado e desgastado por eles.

Moldarmos os nossos anos ao invés de sermos moldados por eles deveria ser sempre uma decisão consciente e planejada desde o início da vida. Não deveríamos nunca ser um barco à deriva, pois cada um de nós tem talentos diferentes e complementares, e por isso, todos são tão necessários — nossos talentos são a nossa essência, nosso propósito.

Vergonha é desperdiçar nossos talentos, morrer sem estar morto, ter rugas na alma e no coração! Vergonha não é ter menos cabelos, mas ter menos arrepios de emoções; não é ter maior dificuldade para andar ou se expressar, mas menos flexibilidade para o perdão; não é se esquecer de fatos e informações, é esquecer de sorrir, ser gentil e generoso! Vergonha não é ter os olhos mais fracos, e sim, ver menos!

Todo homem morre, mas nem todos vivem. Envelhecer sem vergonha é não ter vergonha de viver!

Vergonha não é o enfraquecer do corpo, mas o enfraquecer da alma. A alma não envelhece nunca, é eterna e deveria se desenvolver e crescer com a idade, jamais diminuir ou se apagar. Envelhecer sem vergonha é não se entregar aos anos, mas abraça-los, cultivando a vida!

O homem é também o único animal que ri. Envelhecer sem vergonha é rir dos anos que passam e sorrir para vida que se acumula.

Que o nosso envelhecer acrescente cada vez mais vida em nossos anos, e não apenas anos em nossas vidas!

Envelhecer sem vergonha é ser o capitão da sua alma e o senhor do seu destino, até o fim 😉

(*) Photo by Niklas Rhöse on Unsplash

1 Comentário

  1. Martha,
    Fui seu aluno num curso de imersão que você coordenou e deu em São Paulo, de segunda a sábado, em 2014 (Semana de Imersão). Você é uma fofa. Admiro seu trabalho e sua postura perante a vida e a morte. Ainda estou montando meu site e meu blog sobre diversidade.
    Saudades,
    Luiz

Deixe uma resposta para Luiz Carlos Souza Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assinar Newsletter

NEWSLETTER

Quer receber novidades sobre cursos e eventos e as últimas atualizações do blog? Assine a newsletter!