Desmistificando o Hacking dos supermercados

No ar, a série “Profissionais Exponenciais” no LinkedIn
27 de fevereiro de 2019
Inteligência Artificial vs Inteligência Humana: porque “together is better”
1 de agosto de 2019
Martha Gabriel
por Martha Gabriel, 15 de março de 2019

Especialista Martha Gabriel explica o conceito e como ele pode ser aplicado para a Transformação Digital do setor

A APAS Show 2019 tem como tema: Super Hack – Hackeando o Supermercado, e este ano o foco é explorar como os supermercados podem crescer com ajuda da tecnologia. Para falar sobre essa abordagem, a APAS Show convidou Martha Gabriel, escritora, consultora e palestrante nas áreas de marketing digital, inovação e educação, para uma conversa com o objetivo de desmistificar o termo “hackear” e as possibilidades de ganhos a partir dessa prática.

Neste artigo você acompanha tudo o que a especialista falou sobre o tema da APAS Show 2019, em uma conversa com o editor executivo do Mundo do Marketing, Bruno Mello. A partir do conceito da palavra “hackear” até a fusão do digital com o físico, saiba como os supermercados podem se preparar para oferecer experiências marcantes ao consumidor.

A origem do termo “hackear” vem da área de sistemas de informação e significa acesso a um sistema anteriormente bloqueado. Diferente do que fomos acostumados a entender, hackear pode ter uma conotação positiva a partir da ideia de oportunidades geradas a partir desse processo. De acordo com Martha, hackear o supermercado é otimizar os resultados e ter acesso a algo melhor para cada operação.

Impacto na operação

Para hackear um sistema é preciso conhecê-lo muito bem. Do contato com o consumidor até a logística dos estoques e dos distribuidores, tudo precisa estar direcionado para melhorar a performance do negócio. “Hackear é entender como aplicar a tecnologia da Amazon Go ao meu negócio, por exemplo. Não significa, porém, fazer igual. É preciso entender quais ações podem ser feitas com os recursos disponíveis” diz Martha.

É notável o foco de muitas redes na implementação de tecnologias para impactar o consumidor, seja qual for o canal. “Isso acontece porque existe uma grande demanda por novas experiências no ponto de venda, mas, nos ‘bastidores das lojas’, a tecnologia pode auxiliar a operação em uma série de outras áreas que também são fundamentais para entregar uma experiência agradável ao cliente”, explica Martha.

Segundo a especialista, a Transformação Digital é uma oportunidade para que os profissionais e gestores de supermercados testem antes de implementar qualquer ferramenta. Desta forma, é mais fácil evitar surpresas que possam comprometer a operação. Nas redes sociais, por exemplo, é comum hackear o sistema testando os vídeos que mais funcionam e os horários em que há mais engajamento.

Pensamento crítico

Segundo Martha Gabriel, o principal desafio hoje para o setor de supermercados é mudar a mentalidade e quebrar as barreiras que existem para melhorar todo o processo das lojas.

“É preciso revisar os processos sempre. Pequenos e grandes supermercados atendem públicos distintos e atuam sobre diferentes questões na operação. Entenda quem você é e comece a analisar todos os procedimentos. Tente automatizar o que estiver ao alcance. Seja ágil e flexível”, ensina a autora do best seller “Marketing na Era Digital”.

Hoje, a tecnologia faz muitos gestores e consumidores acreditarem que o ambiente virtual se sobrepõe ao físico. No entanto, Martha Gabriel garante que o digital e o físico são complemento um do outro. “Os gestores precisam ter pensamento crítico, ou seja, não dá para simplesmente seguir o que outro faz. Se ele é grande e eu sou pequeno, preciso pensar o que pode funcionar com criatividade. Ter conexão com tecnologias, com pessoas e ter resiliência”, afirma especialista.

Apesar de ser um dos pilares da Transformação Digital, a criatividade sozinha não resolve as questões da operação de um supermercado. “Antes de tudo, ela precisa ser implementada com cuidados porque nenhuma ideia será melhor do que a sua correta implementação. Menos ‘mimimi’ e mais mão na massa. Se errar, tente de novo” sugere Martha.

Artigo originalmente publicado em APAS Show.

2 Comentários

  1. josiel Santos disse:

    Muito bom conteúdo, blog é muito top nesse assunto eu acompanho de perto, eu criei um artigo onde menciono os 33 melhores sites relacionados a marketing digital.
    Aqui link do artigo no meu blog.
    https://vivadoseublog.com/sites-de-marketing-digital/

  2. josiel Santos disse:

    Muito bom conteúdo, blog é muito top nesse assunto eu acompanho de perto seu trabalho, seu blog é uma referência pra mim, eu criei um artigo onde menciono os 33 melhores sites relacionados a marketing digital.
    Aqui link do artigo no meu blog.
    https://vivadoseublog.com/sites-de-marketing-digital/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assinar Newsletter

NEWSLETTER

Quer receber novidades sobre cursos e eventos e as últimas atualizações do blog? Assine a newsletter!